top of page

O poder das collabs

Novembro de 1983. O mundo vibrava ao som de Thriller, o super álbum recém lançado por ninguém mais e ninguém menos do que Michael Jackson, e que atualmente, ainda é considerado o álbum mais vendido de todos os tempos.


Ao mesmo tempo, o mundo dos apreciadores de bebidas refrigerantes se dividia em duas gigantes: Coca-Cola e Pepsi. Ambas as marcas investiam muito para que as suas campanhas de marketing se convertessem em mais e mais consumidores e presença de marca no ramo de bebidas.


Eis que, em novembro daquele ano, o mundo inteiro viu pela TV (e bebendo refrigerante :D) a maior collab da história até então. A PepsiCo fez uma parceria com Michael Jackson para a sua campanha “New Generation" (Nova Geração), e foi ao ar o tão esperado comercial. Foi um sucesso sem tamanho!


Segundo Jay Coleman, responsável pela parceria entre a PepsiCo e Michael Jackson na época, “o objetivo era fazer a Pepsi parecer jovem e a Coca-Cola parecer velha, e Michael Jackson era de fato a escolha daquela geração – ele já era o Rei do Pop, embora não o tivesse declarado”.



Ainda hoje, o comercial disponível no YouTube alcançou mais de 127 milhões de visualizações, mesmo 40 anos depois da campanha. Fazer uma campanha dessa proporção nos dias de hoje seria um baita investimento. Veja o vídeo comercial:



A batalha das gigantes foi diferente dali em diante. No ano de 1984, a Pepsi aumentou as vendas, faturando US$ 7,7 bilhões, enquanto o montante da Coca-Cola caía. A parceria deu certo e, por um momento, a Pepsi virou o jogo com uma campanha bem planejada e estratégica.


Parcerias assim, também são chamadas de collab, e mais do que nunca, estão em alta, fomentando a Creator Economy e todo o ecossistema de publicidade mundial.


E então, o que é collab?

Collab é um termo curto para collaborations, que traduzindo é colaboração, bem ao pé-da-letra mesmo. O termo ficou mais conhecido com as redes sociais permitindo que mais de um usuário pudesse realizar lives, como no Instagram, por exemplo. Hoje é comum, por volta de 20h, ao abrir o Instagram e ver nas bolinhas dos Stories as lives que estão acontecendo no momento e quase sempre tem mais de um perfil transmitindo a live.


De 2020 para cá, o número de buscas no Google sobre collab e parcerias dobrou, como podemos ver nos dados do Google Trends:


E collab não serve apenas para lives, mas pode ser qualquer conteúdo compartilhado que seja feito com uma marca, artista, celebridade ou criador de conteúdo. Pode ser post, podcast, vídeo, stories, artigos, vídeo comercial, programa de rádio, evento presencial ou online, coleção de roupas, capas de celular, música, enfim, existe um mar de possibilidades para fazer collabs.


Collab ontem, collab hoje, collab sempre!


Desde que o mercado da publicidade dava seus primeiros ares de business há mais de um século, a collab já fazia parte das estratégias. Como vimos na introdução deste artigo, no início dos anos 80, uma collab mudou os rumos da propaganda e de uma gigante global. Sempre deu certo e continuará dando mais certo ainda mais agora, com as possibilidades de integração e redes sociais que temos atualmente.


As collabs de hoje são mais diversificadas porque o mercado ampliou as maneiras de parcerias, variando entre alguns modelos e estratégias:

 

PARCERIA 😍 Marca + Criador de Conteúdo ou Celebridade

Quando a marca faz parceria com criadores de conteúdo, artistas, esportistas e celebridades. O ex-BBB Gil do Vigor não ganhou o prêmio do reality show, mas conquistou muitas parcerias. Uma delas foi com o Banco Santander, onde juntos fazem campanhas com o intuito de mostrar os benefícios do banco, com uma pitada de bom humor do Gil. Em 12 horas de campanha, foram registrados mais de 20 mil cadastros no Open Banking, um produto do banco anunciado por Gil.

 

PARCEIRAGEM 🤜🤛 Criador de conteúdo + Criador de conteúdo

Aqui também vale para artistas com outros artistas. Na transmissão da Copa do Mundo de 2022, o youtuber Casimiro, que fez as transmissões dos jogos, fez parceria com outro youtuber, o Diogo Defante e juntos produziram vários conteúdos durante todo evento, com a cobertura bem humorada dos jogos e dos bastidores no próprio Qatar.

 

PARCEIRAS 🤝 Marca + Marca

Quando marcas se unem em torno de uma campanha, visando algum tipo de conversão. Um bom exemplo é a collab entre Netflix e O Boticário, lançando produtos com rótulos e identidade de séries famosas da plataforma, como Stranger Things e La Casa de Papel.

 

MISTURA 😁 Produto + Produto

Quando marcas se unem e fazem um produto em conjunto com outro. Por exemplo, o McDonalds faz linhas especiais do seu sorvete, o McFlurry, com Ovomaltine, Oreo, chocolates da Lacta, da Nestlé e da Kopenhagen. Surge então um sorvete do McDonalds com produtos de outras marcas.

 

E no futuro, as collabs serão cada vez mais utilizadas em campanhas de marketing, pois as marcas estão percebendo que os influenciadores e criadores de conteúdo estão com mais proximidade ao público e suas vozes possuem o poder de influenciar muita gente.


Mais ainda: os influenciadores podem gerar suas próprias marcas! Mas, isso é assunto para outro artigo…


Mentalidade de ganha-ganha: os dois lados se beneficiam!

Antes de tudo, é preciso ser estratégico para que as collabs sejam eficazes. Escolher a marca, criador de conteúdo ou celebridade não apenas por números, mas por quanto e como eles representam a comunidade envolvida. Dependendo da estratégia, uma grande marca pode fazer collabs com vários pequenos e médios influenciadores (até 100 mil seguidores), do que fazer com uma mega celebridade que não irá gerar a conversão adequada.


E não vale só para marcas grandes ou para os influenciadores com milhões de seguidores. A padaria do seu bairro pode fazer uma collab com um criador de conteúdo que seja conhecido na cidade. Ou até mesmo, pequenos influenciadores de algum nicho específico fazerem lives juntos, a fim de ampliar sua audiência e alcançar um público potencial que vai passar a conhecê-los por afinidades e pela autoridade que outro já tem em sua comunidade.


Assim, muitos influenciadores e marcas crescem com collabs. Os dois lados se beneficiam.


Quando a Havaianas fez uma parceria com a Oreo para uma nova linha de sandálias, as duas marcas ganharam em termos de visibilidade e uniram os que gostam de Havaianas com o que consomem biscoitos Oreo em torno de um só produto, aumentando o valor de venda. Além de que, os biscoitos são vistos muito mais vezes pelo dono das sandálias, aumentando a possibilidade dele se tornar um consumidor de biscoitos da marca, caso não fosse antes.



E nem se fale no mundo da música: todo final de ano o clássico Roberto Carlos, cantando várias canções com outros artistas, unindo ritmos diferentes e performances exclusivas. Ou quando criadores de conteúdo de games se unem para uma batalha virtual e isso alcança números altíssimos de usuários ao vivo na plataforma, dando visibilidade ao jogo e aos criadores.


Collab está em todo lugar e ainda será um grande ativo estratégico para ampliar audiências, vendas, presença de marca, engajamento e senso de comunidade.


🚀 Collab tem poder e você pode se beneficiar com isso, seja pequeno ou grande. Collab é para todos!



Concluindo…

Não deixe de incorporar as collabs e parcerias em suas estratégias de divulgação, seja você uma marca ou criador de conteúdo. Não precisa ser gigante para fazer collabs com outros gigantes. Mesmo sendo um comércio local ou um influenciador que está começando a sua jornada, você pode e deve fazer collabs e parcerias.


Collab é o futuro que já está no presente e fez história no passado. E o melhor, os dois lados ganham, não só em dinheiro, mas em experiências e comunidade.


Sua marca pode aproveitar o poder das collabs e parcerias! Aqui na inCast, temos um cast com mais de 8 mil criadores de conteúdo e ferramentas para acompanhar os resultados em tempo real.


Caso você seja um influencer ou criador de conteúdo, temos o nosso Projeto Parceria inCast, que oferece alguns benefícios para os parceiros. Conheça o Programa Parceiro inCast!



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page